Termos do Serviço

TERMOS DE USO DO SITE  E CONDIÇÕES GERAIS DE  VENDA

ÍNDICE DE VENDA

Artigo 1 – Definições
Artigo 2 – Identidade comercial
Artigo 3 – aplicabilidade
Artigo 4 – Um proposal
Artigo 5 – O contrato
Artigo 6 – Direito de revogação
Artigo 7 – Custos in Caso de revogação
Artigo 8 – Exclusão do direito de revogação
Artigo 9 – O preço
Artigo 10 – Conformidade e garantia
Artigo 11 – Entrega e execução
Artigo 12 – Operações de desempenho permanente: duração, cancelamento e extensão
Artigo 13 – Pagamento
artigo 14 – Procedimento de recuperação
Artigo 15 – Disputas
Artigo 16 – Disposições adicionais ou desviantes
ARTIGO 1 – DEFINIÇÕES
Os seguintes termos e condições significativos:

Período de reconsideração: O período em que o consumidor pode exercer seu direito de retirada;

Consumidor: pessoa física e / ou jurídica que atua no exercício de uma profissão ou atividade comercial e celebra contrato de venda à distância com o empresário;

Dia: dia do calendário;

Transação de desempenho permanente: contrato de venda longa distância para uma série de produtos e / ou serviços, entrega e / ou obrigação de compra, que se estende ao longo do tempo;
 
Suporte permanente a dados: qualquer meio que permita ao consumidor ou comerciante armazenar informações, o que é relevante para referência futura e possível reprodução inalterada das informações armazenadas.
 
Período de revogação: uma opção de consumidor de abandono ou contrato de venda à distância, dentro do período de reconsideração;
 
Empresário: pessoa física ou jurídica que oferece produtos e / ou serviços de longa distância aos consumidores;
 
Contrato de venda a longa distância: contrato dentro de uma estrutura de um sistema, organizado pelo empresário com o uso de vender remotamente produtos e / ou serviços, até inclusive a celebração do contrato, utilizando apenas uma ou mais tecnologias de comunicação remota;
 
Tecnologia para comunicação remota: refere-se a que pode ser usado para concluir um contrato, sem a presença do consumidor e do empresário no mesmo local, ao mesmo tempo.
 
ARTIGO 2 – IDENTIDADE DO EMPREENDEDOR
 
ELEGANCIA FENOMENAL UNIPESSOAL LDA,
Número de registro comercial: 515678546
realização de suas atividades sob o nome BLANCHET PARIS
Endereço para correspondência:
 

Avenida Antônio Galvão de Andrade, 40A, Loja B
2660-223
SANTO ANTONIO DOS CAVALEIROS 

PORTUGAL
Endereço de e-mail:
 
 
ARTIGO 3 – APLICABILIDADE
Estes termos e condições gerais aplicam-se a qualquer oferta do empreendedor e a qualquer contrato de venda remoto entre o empreendedor e o consumidor que ocorra.
 
O texto destes termos e condições gerais deve ser disponibilizado ao consumidor antes da conclusão do contrato de venda remota. Se isso não for razoavelmente possível, deve ser indicado, antes da conclusão do contrato de venda remota, que os termos e condições gerais estão disponíveis para consulta no local de negócios e que são enviados ao consumidor o mais rápido possível e gratuitamente, mediante solicitação.
 
Se o contrato de venda remota for concluído eletronicamente, o texto destes termos e condições gerais contrários às disposições da seção anterior e antes da conclusão do contrato, poderá ser disponibilizado eletronicamente ao consumidor para ser facilmente armazenado pelo cliente. consumidor em um suporte permanente de dados. Se isso não for razoavelmente possível, o local em que os termos e condições gerais podem ser consultados eletronicamente deve ser indicado antes da conclusão do contrato de venda remota e devem ser enviados, eletronicamente ou por outros meios, ao consumidor, gratuitamente. , mediante solicitação.
 
Caso essas condições específicas do produto ou serviço se apliquem além desses termos e condições gerais, as disposições da segunda e terceira seções serão aplicadas por analogia e o consumidor sempre poderá contar com a disposição mais vantajosa no caso de termos e condições gerais que sejam contraditório.
  
ARTIGO 4 – A PROPOSTA
 
Se uma proposta tiver um período de validade limitado ou estiver sujeita a determinadas condições, isso deve ser explicitamente indicado na proposta.
 
A proposta inclui uma descrição completa e precisa dos produtos e / ou serviços propostos. A descrição é suficientemente detalhada para permitir uma avaliação adequada da proposta pelo consumidor. Se o empresário fizer uso de ilustrações, ele deverá representar uma representação confiável dos produtos e / ou serviços oferecidos. O empreendedor não está vinculado a conceitos errôneos ou erros óbvios na proposta.
 
Cada proposta contém informações cujos direitos e obrigações aplicáveis ​​o consumidor conhece plenamente ao aceitá-las. Esta situação diz respeito, em especial:
          preço, incluindo impostos;
          custos de entrega, se houver;
          a forma em que o contrato será concluído e que ações são necessárias para esse fim;
          se o direito de revogação se aplica ou não;
          o método de pagamento, entrega e execução do contrato;
          . o prazo em que a proposta pode ser aceita ou o prazo em que o empresário garante o preço especificado;
          qual é a taxa da comunicação remota se os custos de uso dessa tecnologia forem calculados de maneira diferente da taxa básica normal para o meio de comunicação utilizado;
          se o contrato deve ou não ser arquivado após sua conclusão e, se for o caso, a forma pela qual o consumidor pode consultá-lo;
          a maneira pela qual o consumidor, antes da celebração do contrato, pode verificar e, se assim o desejar, corrigir os dados que forneceu, dentro do escopo do contrato;
          idiomas que não o português, nos quais o contrato pode ser concluído, se aplicável;
          códigos de conduta pelos quais o empresário entrou e a maneira pela qual o consumidor pode consultar eletronicamente esses códigos de conduta; e
          a duração mínima do contrato de venda remota no caso de uma transação de desempenho permanente.
 
ARTIGO 5 – O CONTRATO
 
O contrato, sujeito à seção 4, entrará em vigor após a aceitação da oferta pelo consumidor e seu cumprimento dos termos e condições aplicáveis.
 
Se o consumidor aceitou a oferta por meio eletrônico, o empresário deve confirmar imediatamente o recebimento da aceitação da proposta pelos mesmos meios. O consumidor pode cancelar o contrato enquanto o empresário não confirmou o recebimento dessa aceitação.
 
Se o contrato for concluído eletronicamente, o empreendedor adotará as medidas técnicas e organizacionais apropriadas, além da segurança da transferência eletrônica de dados, garantindo um ambiente da web seguro. O empresário deve cumprir as medidas de segurança apropriadas para esse fim se o consumidor tiver a opção de efetuar pagamentos por meio eletrônico.
 
O empresário pode perguntar sobre a capacidade do consumidor de cumprir as obrigações de pagamento nos termos da lei, bem como considerar todos os fatos e fatores relevantes, se alguém é responsável por assinar um contrato de venda remoto. Se o empresário tiver motivos suficientes, com base nesta investigação, para não concluir o contrato, o empresário, devidamente justificado, tem o direito de recusar uma compra ou ordem ou de incluir determinadas condições para a execução.
 

Com a prestação do produto ou com a prestação de um serviço ao consumidor, o empreendedor incluirá as seguintes informações, por escrito ou por qualquer outro meio que permita que as informações sejam armazenadas pelo consumidor, de forma acessível em dados permanentes Apoio, suporte:

    1. o endereço para visitas da filial do empresário, para contatos do consumidor, em caso de reclamação;
    2. os termos e condições, bem como a forma como o exercício do direito de revogação do consumidor é definido ou, alternativamente, a exclusão de qualquer direito desse tipo deve ser expressamente indicada;
    3. informações relacionadas à garantia e serviço pós-venda disponível;
    4. as informações incluídas no artigo 4, seção 3, destes termos e condições, a menos que o empresário já tenha fornecido essas informações ao consumidor, antes da implementação do contrato;
    5. Os requisitos relativos ao cancelamento do contrato, se a duração do contrato exceder um ano ou se aplicar por um período indeterminado.

 A provisão na seção anterior só se aplica à primeira entrega, em caso de Permane nt transação desempenho.

ARTIGO 6 – DIREITO DE REVOGAÇÃO
 
Em relação à entrega de produtos:
 
O consumidor tem a opção, além da compra de produtos, de cancelar o contrato, dentro de um prazo de 14 dias, sem precisar explicar os motivos. Este período de reconsideração terá início no dia seguinte ao do recebimento do produto pelo consumidor ou por um representante por ele designado e indicado antecipadamente ao empresário.
 
O consumidor manipulará o produto e a embalagem com o devido cuidado durante o período de reconsideração. O consumidor só deve remover a embalagem ou usar o produto conforme necessário para avaliar se deve ou não mantê-lo. Caso o consumidor pretenda exercer o direito de revogação, deve devolver o produto ao empresário, com todos os acessórios e, se for razoavelmente possível, em sua condição e embalagem originais, em conformidade com as instruções razoáveis ​​e claras fornecidas por este.
 
Em relação à prestação de serviços:
O consumidor tem a opção, além da prestação de serviços, de cancelar o contrato dentro de um prazo de 14 dias a contar da data de celebração do contrato, sem precisar explicar os motivos.
 
Ao exercer o direito de revogação, o consumidor deve cumprir as instruções razoáveis ​​e claras, fornecidas pelo empresário, para esse fim, no momento da proposta e / ou antes da entrega.
 
ARTIGO 7 – CUSTOS EM CASO DE REVOGAÇÃO
 
Se o consumidor optar por exercer o direito de revogação, serão cobrados os custos da devolução.
 
Se o consumidor já tiver efetuado um pagamento, o empresário retornará o valor correspondente o mais rápido possível, mas o mais tardar 90 dias após a devolução ou revogação.
 
ARTIGO 8 – EXCLUSÃO DO DIREITO DE REVOGAÇÃO
 
O empresário pode excluir o direito de revogação do consumidor, conforme previsto nas Seções 2 e 3. A exclusão do direito de revogação somente será aplicável se o empresário tiver indicado explicitamente a exclusão na proposta ou, em qualquer caso, com bastante antecedência. conclusão do contrato.
 

A exclusão do direito de revogação só é possível para produtos:

  1. que foram realizadas pelo empresário, de acordo com as especificações do consumidor;
  2. que são claramente pessoais por natureza;
  3. que não podem ser devolvidos devido à sua natureza;
  4. que são rapidamente perecíveis ou se tornam obsoletos;
  5. para os quais o preço está sujeito a flutuações no mercado financeiro, onde o empreendedor não exerce influência;
  6. para jornais e revistas individuais;
  7. para gravações de áudio e vídeo e software de computador, caso o consumidor tenha quebrado seu selo.

A exclusão do direito de revogação só é possível para os serviços:

  1. em relação a serviços de acomodação, transporte, alimentação ou lazer em uma data definida ou durante um determinado período;
  2. com a aprovação explícita do consumidor antes do final do período de reconsideração;
  3. em relação a apostas e loterias.
 
ARTIGO 9 – O PREÇO 
Os preços dos produtos e / ou serviços oferecidos não aumentarão durante o período de validade especificado na proposta, com exceção das alterações de preço, após alterações nas taxas de IVA.
 
Ao contrário do disposto na seção anterior, o empresário pode aplicar preços variáveis ​​para produtos ou serviços sujeitos a flutuações no mercado financeiro, onde não exerce influência. Esses links para as flutuações e o fato de os preços especificados estarem relacionados aos preços de orientação devem ser indicados na proposta.
 
Os aumentos de preços, dentro de 3 meses após a conclusão do contrato, só são permitidos se forem consequência de regulamentos ou disposições legais.
 
Os aumentos de preços, três meses após a conclusão do contrato, são permitidos apenas se o empresário assim o estipular e:
  1. são uma consequência de regulamentos ou disposições estatutárias; ou
  2. o consumidor está autorizado a cancelar o contrato a partir do dia em que o aumento de preço se aplica.
 
Os preços especificados na proposta, em relação a produtos ou serviços, não incluem IVA.
 
ARTIGO 10 – CONFORMIDADE E GARANTIA
 
O empresário garante que os produtos e / ou serviços cumprem o contrato, as especificações indicadas na proposta, os requisitos razoáveis ​​de solidez e / ou usabilidade, bem como os regulamentos estatutários e / ou governamentais aplicáveis ​​à data de conclusão do contrato. contrato. Se acordado, o empresário também garante que o produto seja adequado para outros fins que não os normais.
 
Qualquer garantia fornecida pelo empresário, fabricante ou importador não afeta os direitos legais e os pedidos de compensação que o consumidor pode exercer contra o empresário nos termos do contrato.
 
ARTIGO 11 – ENTREGA E EXECUÇÃO
 
O empresário deve observar o máximo cuidado na recepção e manuseio de pedidos de produtos e na avaliação de solicitações de prestação de serviços.
 
O endereço que o consumidor forneceu à empresa será considerado o endereço para entrega.
 
Considerando o disposto neste artigo no artigo 4 destes termos e condições gerais, a empresa fornecerá os pedidos aceitos, no menor tempo possível, mas dentro de um período máximo de 30 dias, a menos que um período de entrega mais longo tenha sido acordado. Se a entrega estiver atrasada ou não puder ser feita ou apenas parcialmente, o consumidor será informado desse fato, dentro de um prazo máximo de 30 dias a partir da data do pedido. Nesse caso, o consumidor terá o direito de cancelar o contrato gratuitamente e não terá direito a indenização por danos.
 
Em caso de rescisão do contrato, conforme estipulado na seção anterior, o empresário devolverá o valor pago pelo consumidor, o mais rapidamente possível, no prazo máximo de 30 dias a contar da rescisão.
 
Se a entrega de um produto solicitado for impossível, o empresário fará todos os esforços para alocar um artigo de substituição disponível. A entrega de um artigo de substituição será comunicada de forma clara e compreensível até a entrega. O direito de revogação não pode ser excluído em relação a artigos substitutos. Os custos de um retorno, se aplicável, são suportados pelo empresário.
 
O risco de danos e / ou perda de produtos é suportado pelo empresário, até a entrega ao consumidor ou a um representante que este tenha previamente indicado e indicado, a menos que especificamente acordado em contrário.
 
ARTIGO 12 – TRANSAÇÕES DE PERFORMANCE DE PERMA NENT: DURAÇÃO, CANCELAMENTO DE ATI E EXTENSÃO
 
Cancelamento
 
O consumidor tem o direito de cancelar um contrato que tenha sido concluído por um período indeterminado e que esteja relacionado a entregas regulares de produtos (incluindo eletricidade) ou serviços a qualquer momento, considerando os regulamentos de cancelamento e o aviso prévio de pelo menos um mês.
 
O consumidor tem o direito de cancelar um contrato que foi concluído por um período definido e que se refere a entregas regulares de produtos (incluindo eletricidade) ou serviços a qualquer momento antes do final do período definido, levando em consideração os regulamentos de cancelamento acordados para esse fim e com antecedência mínima de um mês.
 
No que diz respeito aos contratos descritos nas seções anteriores, o consumidor pode:
cancelar o contrato a qualquer momento e não pode limitar o cancelamento em um determinado momento ou durante um determinado período;
cancelar pelo menos esses contratos, da mesma forma que foram concluídos;
cancelá-los a qualquer momento, sob reserva do mesmo aviso que o empresário assumiu por si próprio;
 
Extensão
 
Um contrato que tenha sido concluído por um período definido e que esteja relacionado a entregas regulares de produtos ou serviços não pode ser prorrogado ou renovado tacitamente por um período definido.
 
Ao contrário do disposto na seção anterior, o consumidor tem o direito de cancelar um contrato que foi concluído por um período definido e que diz respeito a entregas regulares de jornais, revistas e similares, pode ser renovado tacitamente por um período definido de máximo de três meses, se o consumidor puder cancelar este contrato renovado, antes do final da prorrogação, sujeito a um aviso prévio, considerando os regulamentos de cancelamento acordados para esse fim e com antecedência de pelo menos um mês.
 
Um contrato que tenha sido concluído por um período definido e que esteja relacionado a entregas regulares de produtos ou serviços só poderá ser renovado tacitamente por um período indeterminado se o consumidor tiver o direito de cancelar o contrato, a qualquer momento, sujeito a aviso prévio. no máximo três meses, caso o contrato diga respeito à regularidade, mas com uma frequência de pelo menos uma vez por mês, entrega de jornais, revistas e similares.
 
Depois que o período de avaliação ou introdução expirar, não é possível renovar tacitamente um contrato por um determinado período em relação à entrega regular de jornais e revistas para fins de introdução (avaliação ou assinatura da introdução), terminando automaticamente.
 
Duração
 
Se a vigência de um contrato exceder o período de um ano, o consumidor poderá cancelá-lo a qualquer momento, após o período de um ano, com aviso máximo de um mês, a menos que os requisitos de razoabilidade e justiça imponham o contrário, em relação a um cancelamento antes do final da duração acordada.
 
ARTIGO 13 – PAGAMENTO
 
Salvo acordo em contrário, quaisquer valores devidos pelo consumidor devem ser pagos no prazo de 14 dias, a partir do período de reconsideração, conforme previsto no Artigo 6, Seção 1. Esse prazo começará após o recebimento pelo consumidor de uma confirmação do contrato, em caso de um acordo maior que a prestação de um serviço.
 
No que diz respeito à venda de produtos a consumidores, os termos e condições gerais não podem, em hipótese alguma, estipular um adiantamento de mais de 50%. Se pré-pagamentos tiverem sido estabelecidos, o consumidor não poderá exercer nenhum direito além da execução do pedido ou de serviços relacionados até que o pagamento antecipado estipulado tenha sido feito.
 
O consumidor tem a obrigação de informar imediatamente o empreendedor, sobre quaisquer imprecisões nos dados de pagamento fornecidos ou indicados.
 
No caso de não pagamento pelo consumidor, o empresário tem o direito de alocar ao consumidor os custos razoáveis, previamente divulgados ao consumidor, sujeitos a limitações legais.
 
 
ARTIGO 14 – PROCEDIMENTO DE RECLAMAÇÕES
 
O empresário respeita um procedimento de reclamação, comunicado de maneira adequada, lidando com qualquer reclamação, em conformidade com o procedimento dessa reclamação.
 
Como reclamações relacionadas à implementação do contrato, elas devem ser afetadas pelo gerenciamento de termos claros e compreensíveis em tempo hábil, assim como o consumidor descobrirá como proibições.
Quaisquer reclamações solicitadas ao empresário serão respondidas no prazo de 14 dias a partir dos dados de recebimento. Pode esperar que uma execução exija um período de processamento mais longo; portanto, o empresário envia uma confirmação de recebimento dentro de 14 dias, juntamente com uma indicação de quando o consumidor pode esperar uma resposta mais abrangente.

Se uma recuperação não puder ser resolvida por consulta mútua, haverá um litígio suscetível de ser submetido a regras de arbitragem .

ARTIGO 15 – CONTENCIOSO
 
Todos os contratos entre o consumidor e o empresário, aos quais estes termos e condições gerais são aplicáveis, estão sujeitos apenas à legislação portuguesa.
 

ARTIGO 16 – DISPOSIÇÕES ADICIONAIS OU DISPONÍVEIS

Quaisquer tipos de reprodução que desviem ou complementem esses termos e condições gerais podem não constituir uma desvantagem para o consumidor e devem ser reduzidos a meios de escrita ou outros meios para serem facilmente armazenados pelo consumidor no suporte permanente de dados para acesso ou acessibilidade.